Data da ultima atualiza�ao
Pulmonar - Pela sua Saúde Respiratória - Leitura 03/08/2012



Notcias

Cigarros de baixos teores
A expressão “cigarro de baixo teor” refere-se a uma menor liberação de alcatrão e nicotina pelo cigarro durante o ato de fumar.

Os fumantes de cigarros com baixo teor têm um risco ligeiramente menor de câncer pulmonar e menor prevalência de tosse e expectoração do que aqueles que fumam cigarros de alto teor, mas não muda o risco de doenças cardiovasculares e doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC).

Ao ser consumido, o cigarro libera mais de 4 mil substâncias, entre elas:

   • nicotina: responsável pela dependência ou vício de fumar;
   • alcatrão: substância que provoca vários tipos de câncer;
   • gases irritantes, principalmente da mucosa respiratória;
   • monóxido de carbono e outras.

A eficácia dos baixos teores

A diminuição da concentração de alcatrão e nicotina nos cigarros consumidos não leva a uma redução dos seus efeitos biológicos devido aos seguintes fatores:

1. Muitos fumantes compensam esta diminuição no teor aumentando o número de cigarros/dia ou inalando mais profundamente a fumaça;

2. A concentração medida do cigarro pode não corresponder à produção de alcatrão e nicotina quando o cigarro é realmente fumado. Isto é particularmente verdadeiro para os cigarros de baixo teor que têm orifícios ou canais dentro do filtro, constituindo um mecanismo que retira uma pequena parte da fumaça através deste filtro. Estes orifícios podem ser fechados pelo fumante ou ele pode aumentar o volume do sopro, conseguindo uma maior concentração de alcatrão e nicotina. Portanto, para estes cigarros, a quantidade medida de alcatrão e nicotina não corresponde com a concentração real na hora de fumar nem com sua potência biológica;

3. Um outro conceito é a ampla variedade de aromatizantes e outros aditivos que são colocados no cigarro para compensar a diminuição no conteúdo de tabaco. Estes aditivos são considerados segredos comerciais e às vezes são colocados sem informação da sua presença ao público e nem dos seus possíveis efeitos tóxicos. Por isso, é importante que estes aditivos nos cigarros atualmente comercializados sejam avaliados quanto ao seu potencial causador de doenças associadas ao cigarro.

Publicado originalmente em 26/03/2007 por Federico Garcia Pereda
 

Voltar

© 2017 www.sppt.org.br - Este site é mantido pela Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia
O conteúdo publicado neste site possui caráter meramente informativo. as informações aqui publicadas não devem ser usadas para a execução de diagnósticos, procedimentos ou tratamentos sem prévia orientação médica.
Consulte sempre o seu pneumologista.

Itarget