Data da ultima atualiza�ao
Pulmonar - Pela sua Saúde Respiratória - Leitura 03/08/2012



Notcias

Aspirao de corpos estranhos: como evitar


Aspiração de corpos estranhos é a denominação médica para a introdução de qualquer material que não pertença à via respiratória do corpo humano. Os casos são mais comuns entre as crianças, que aspiram  acidentalmente pequenos objetos e peças de brinquedos.

Segundo a Dra. Viviane Rossi Figueiredo, broncoscopista, membro do Departamento de Endoscopia Respiratória da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia, 90% dos casos acontecem em crianças antes dos sete anos de idade, e mais de 50% dos casos são de crianças de até três anos, que aspiram grãos, como por exemplo, milho, amendoim, feijão, ou mesmo materiais escolares, metais e plásticos.

Em adultos, a incidência é maior após os 50 anos de idade e muitas vezes se relaciona a problemas de dentição (uso de próteses), abuso de álcool, conseqüências de traumas, entre outros facilitadores. Alguns casos se devem ao hábito freqüente de levar diversos tipos de objetos à boca, mania que muitos possuem.

Quando o objeto é aspirado, fica preso nas vias aéreas, por onde o ar deve passar para chegar aos pulmões, podendo levar a uma obstrução total de ar. Assim, existem dois tipos de obstrução: a parcial, que pode causar dor de garganta, dificuldade para falar, chiado no peito e tosse; e a total, que se não identificada a tempo pode causar parada respiratória e levar à morte.

“A gravidade dos sintomas varia de acordo com a faixa etária e com o grau de obstrução, fazendo das crianças pequenas, com idade inferior a 2 anos, as principais vítimas”, explica a Dra. Viviane.

 

Algumas medidas podem ser tomadas para reduzir as chances de acidentes e também os riscos no caso de aspiração. São elas:

• Ensinar a criança a mastigar lentamente os alimentos;

• Não permitir que crianças conversem, se distraiam, corram ou brinquem enquanto comem;

• Manter objetos pequenos, como tampas de canetas e peças pequenas de brinquedos fora do alcance de crianças;

• Sempre procurar pelo selo da Abrinq antes de comprar um brinquedo e verificar se a indicação de faixa etária condiz com a criança que será presenteada;

• Servir alimentos apropriados para a idade da criança e cortá-los em pedaços pequenos para que a criança não engasgue;

• Evitar o hábito de levar objetos à boca.


Primeiros Socorros

A melhor medida a ser tomada em situações de acidentes é levar a vítima imediatamente para o pronto-socorro. Manobras de reanimação podem ser realizadas por pessoas habilitadas a prestar um primeiro atendimento em casos de parada cardiorespiratoria. Em casos de extrema emergêcia, algumas ações podem ser realizadas, como dar tapas nas costas na tentativa que a criança possa expelir o corpo estranho. Outra ação é abraçar o paciente (por trás), envolvendo os braços em volta da barriga e pressionando o abdome para dentro e para cima, tentando empurrar o diafragma em direção aos pulmões.


 

Voltar

© 2017 www.sppt.org.br - Este site é mantido pela Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia
O conteúdo publicado neste site possui caráter meramente informativo. as informações aqui publicadas não devem ser usadas para a execução de diagnósticos, procedimentos ou tratamentos sem prévia orientação médica.
Consulte sempre o seu pneumologista.

Itarget