Data da ultima atualizaçao
Pulmonar - Pela sua Saúde Respiratória - Museu da Tuberculose - Manoel Dias De Abreu 03/08/2012



Museu da Tuberculose - Manoel Dias De Abreu


Escrito por Ana Margarida Furtado Arruda Rosemberg

Manoel de Abreu, terceiro filho do casal Júlio Antunes de Abreu, português da província do Minho, e Mercedes da Rocha Dias, natural de Sorocaba, nasceu em São Paulo a 4 de janeiro de 1894. Colou grau pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1913, com a tese inaugural intitulada “Influencia do Clima na Civilização”. Em 1915, partiu para a Europa com a família a fim de aperfeiçoar os estudos. Permaneceram em Lisboa, por causa da Primeira Grande Guerra, um período, e depois foram para França.

Em Paris foi trabalhar no Nouvel Hôpital de la Pieté ao lado do Professor Gaston Lion ficando encarregado de fotografar peças cirúrgicas. Desenvolveu um dispositivo para fotografar a mucosa gástrica e envolveu-se com a radiografia, criada em 1895, pelo alemão Roentgen. Tornou-se chefe do laboratório Central de Radiologia do Hotel-Dieu e foi assistente do Professor Maingot no Hospital Laennec.




Retornando ao Brasil impressionou-se com a tuberculose que grassava, em 1922, intensamente no Rio de Janeiro. Instalou o primeiro serviço de radiologia destinado ao diagnóstico da doença e passou anos desenvolvendo estudos sobre a formação de imagens que resultaram na radiogeometria. Assumiu a chefia do Serviço de Radiologia do Hospital Jesus, no Rio de Janeiro, e decidiu criar a fluorografia. Apenas em 1935, em decorrência dos aprimoramentos dos aparelhos fotográficos retomou suas experiências. Nesse período o cientista concebeu um método rápido e barato de tomar pequenas chapas fotográficas dos pulmões para maior facilidade de diagnóstico, tratamento e profilaxia da tuberculose e do câncer do pulmão.

O primeiro aparelho destinado a realizar exames em série da população foi construído pela Casa Lohner e instalado no Centro de Saúde nº. 3, situado na Rua do Rezende nº. 128, na cidade do Rio de Janeiro. Lá foi inaugurado o primeiro Serviço de Cadastro Torácico, em 1937. Durante o ano de 1938, três serviços de Recenseamento Torácico foram criados em São Paulo. Um no Instituto Clemente Ferreira, outro no Hospital Municipal e o terceiro no Instituto de Higiene. Outras cidades do Brasil, da América do sul, dos Estados Unidos e da Europa, também, adotaram a fluorografia como instrumento na luta contra a tuberculose. O novo método diagnóstico recebeu várias denominações como: fluorografia, fotofluorografia, radiofotografia e Roentgenfotografia. Finalmente, ficou conhecido como abreugrafia em sua homenagem. Este nome foi sugerido pelo médico Ary Miranda, presidente do I Congresso Nacional de Tuberculose, em 1939, e foi reconhecido pela Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro e, depois, adotado universalmente.

Manoel de Abreu lecionou Radiologia em inúmeras instituições cientificas do Brasil e do exterior e foi membro das mais importantes organizações médicas do mundo. Foi cavaleiro da Legião de Honra (França). Recebeu diversas homenagens das principais entidades médicas como Ameriacan College of chest Physicians em 1950, Colégio Interamericano de Radiologia em 1958. Recebeu titulo de Membro Honorário da Sociedade Alemã de Radiologia, em 1940, e do American College of Radiology, em 1945. Sua obra inspirou a criação da sociedade Brasileira de Abreugrafia, em 1957, e a publicação da Revista Brasileira de Abreugrafia.

Publicou as seguintes obras: “Idéias Gerais sobre o Radiodiagnóstico na Tuberculose”, “Estudos Sobre o Pulmão e o Mediastino”, “Nova Radiologia Vascular e Radiologia do Coração”. Publicou ainda: “Radiodiagnostic dans la tuberculosis pleuro-pulmonaire”, e diversos artigos sobre abreugrafia, em periódicos nacionais e internacionais. E ainda obras poéticas como: “Substancia”, ilustrada por Di Cavalcanti e “Poemas sem Realidade”, que ele mesmo ilustrou.

Morreu no Rio de Janeiro, no dia 30 de Janeiro de 1962, de câncer do pulmão, ficando entre os grandes vultos da Medicina Brasileira.


© 2017 www.sppt.org.br - Este site é mantido pela Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia
O conteúdo publicado neste site possui caráter meramente informativo. as informações aqui publicadas não devem ser usadas para a execução de diagnósticos, procedimentos ou tratamentos sem prévia orientação médica.
Consulte sempre o seu pneumologista.

Itarget