Data da ultima atualiza�ao
Pulmonar - Pela sua Saúde Respiratória - Museu da Tuberculose - Hospital do Mandaqui 03/08/2012



Museu da Tuberculose - Hospital do Mandaqui


Gladstone Ferreira Machado
Especialista em Cirurgia Torcica pela SBCT
Membro Emrito do Colgio Brasileiro de Cirurgies
Fellow do Americam College of Chest Physicians

O Dr. Gladstone Ferreira Machado trabalhou durante 35 anos no Hospital do Mandaqui, no Servio de Cirurgia, (1958-1993) sendo Chefe desse Servio por 12 anos, tendo acompanhado as fases de sua evoluo e histria.

O Hospital do Mandaqui foi inaugurado em 1 de dezembro de 1938, inicialmente com trs pavilhes, para 86 leitos, destinados ao tratamento de pacientes tuberculosos, pelo Interventor de So Paulo, Dr. Ademar de Barros. Entre as autoridades que compareceram deve-se ressaltar a presena do Presidente Getlio Vargas, que se encontrava em visita capital paulista.

No ano seguinte chegava a 180 leitos, aps a inaugurao do Anexo Leonor Mendes de Barros, completando-se em 1950, com o trmino do moderno ncleo central, chamado Hospital Miguel Pereira, quando sua lotao atingiu 446 leitos. A seguir, o governo do Estado incorporou a Chcara Cristofell, da famlia alem que residia nas imediaes, ampliando sua rea.

Sua localizao ficava, naquela poca, no distante bairro da capital chamado Mandaqui, regio norte, da advindo o nome pelo qual ficou conhecido. Era o maior sanatrio para tratamento e referncia da tuberculose no Estado de So Paulo, que contava tambm com os sanatrios da cidade de Campos do Jordo, notadamente os hospitais conhecidos como Sanatorinhos (S1-S2-S3) devendo-se mencionar ainda o Vicentina Aranha, em So Jos dos Campos, tido como o primeiro Sanatrio do Estado (1924).

No Brasil daquela poca os ndices de mortalidade e morbidade da tuberculose eram alarmantes. Na cidade do Rio de Janeiro, ento capital da Repblica, o coeficiente de mortalidade chegava a 184,8 por 100.000 habitantes; em So Paulo as cifras eram semelhantes e nas regies Norte e Nordeste do pas, a mdia atingia a impressionante taxa de 250 por 100.000 habitantes. Constitua um grave problema de sade pblica, sendo criadas Entidades oficiais para a luta contra a tuberculose e campanhas de mbito nacional num esforo comum para a construo de sanatrios. Tal a importncia da doena, que nessa poca criou-se a Cadeira de Tisiologia no curso de graduao mdica.

A tuberculose era, portanto uma calamidade, conhecida desde tempos imemoriais (Hipcrates j a descrevera no sc.V AC, chamando-a de Tsica, pelo seu aspecto consumptivo), atravessou toda Idade Mdia, imbatvel e devastadora, chegando mortfera ao sculo XIX, acometendo indistintamente pobres e ricos, mais ainda os jovens, e muitos seguiram inexoravelmente o destino da Dama das Camlias. No ano alvissareiro de 1882, houve duas descobertas importantes: Robert Koch descobriu o bacilo causador da doena e Forlanini criou o pneumotrax artificial, de larga aplicao para a cura da caverna tuberculosa, ao promover o colapso temporrio do pulmo. A partir dele surgiu a colapsoterapia definitiva com as toracoplastias, plumbagens e frenicotomias, visando o fechamento das cavernas.

Todo esse quadro s mudaria drasticamente no inicio da dcada de 1950, com o advento da quimioterapia especfica, que modificou o prognstico e evoluo da doena tuberculosa, facilitando sua preveno.

Voltar ao Museu da Tuberculose


© 2017 www.sppt.org.br - Este site é mantido pela Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia
O conteúdo publicado neste site possui caráter meramente informativo. as informações aqui publicadas não devem ser usadas para a execução de diagnósticos, procedimentos ou tratamentos sem prévia orientação médica.
Consulte sempre o seu pneumologista.

Itarget