Data da ultima atualizaçao
Pulmonar - Pela sua Saúde Respiratória - Museu da Tuberculose - O poeta da Vila Isabel e a tuberculose 03/08/2012



Museu da Tuberculose - O poeta da Vila Isabel e a tuberculose


Durante seus curtos 26 anos de existência, Noel Rosa deixou à cultura brasileira um legado musical inovador, afiadíssimo em seu humor e definitivamente crítico aos costumes da sociedade carioca de sua época, posicionando-se a favor da tradição musical do subúrbio, do samba e da malandragem.

Sua morte prematura se deu através da tuberculose, agravada em função dos hábitos do cigarro e da bebida, que Noel levou até os últimos dias de sua vida, no leito de sua casa no bairro de Vila Isabel, Rio de Janeiro, em 1937. A pedido de sua mãe, o compositor vez por outra tentava tratar de sua saúde, viajando ao interior de Minas Gerais, em cidades calmas e de maior altitude, para repousar. Entretanto, a atração pela boemia sempre falava mais alto.

Essa passagem de sua vida relacionada à doença é justamente retratada na peça musical O Poeta da Vila e Seus Amores, de Plínio Marcos, sobre a vida do compositor Noel Rosa. veja a seguir a cena da montagem mais recente, realizada no Sesc Ipiranga em novembro de 2006, no projeto”Em cena, ações”, dirigida por Heron Coelho.

O compositor tem a sua tuberculose diagnosticada e seu tratamento indicado, embora não dê muita importância para a gravidade da doença e a preocupação de sua mãe, esposa e amante. No elenco estão Cristiano Tomiossi (Noel Rosa), José Eduardo Rennó (Dr. Edgard), Gisela Milás (mãe de Noel), Andrea Lopes (Lindaura, esposa de Noel) e Alessandra Velho (Ceci, amante do compositor).

Voltar ao Museu da Tuberculose


© 2017 www.sppt.org.br - Este site é mantido pela Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia
O conteúdo publicado neste site possui caráter meramente informativo. as informações aqui publicadas não devem ser usadas para a execução de diagnósticos, procedimentos ou tratamentos sem prévia orientação médica.
Consulte sempre o seu pneumologista.

Itarget